05.03.18

Luz em meio à escuridão!

O Salmo 139 tem 24 maravilhosos versos. São cânticos inspirados pelo Espírito Santo e nos remetem à grandeza e generosidade do nosso Pai. Nos dois primeiros poemas diz:

“Senhor, tu me sondas, e me conheces. Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento”.

No verso 4, ainda ficamos mais impressionados com a onisciência de Deus. “Não havendo ainda palavra alguma na minha língua, eis que logo, ó Senhor, tudo conheces.” Caso queira refletir mais no Salmo 139 logo após ler esse texto, contemplará nos detalhes outras riquezas.

Mas os dois versos que mais chamam a atenção nos surpreendem pela provisão divina de Deus e nos alertam para a saída em meio às trevas. “[11] Se disser: Decerto que as trevas me encobrirão; então a noite será luz à roda de mim. [12] Nem ainda as trevas me encobrem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa.”

Meu amigo(a): você pode estar passando por um momento de trevas, que aos seus olhos são densas escuridão. Pode estar desempregado, com problemas na família, intrigas no relacionamento, discussões diárias com filhos(as), etc. Ao seu ver, realmente, sua situação é de trevas.

E o que fazer? Clame ao Senhor. Guarde o Salmo 139 em seu coração, em especial os versos 11 e 12, o qual nos garante que mesmo ao encobrimento da escuridão, a noite será luz à roda de mim e também à noite resplandecerá como dia. Se humilhe aos pés do Senhor e invoque a Deus, até porque o lugar é indiferente, mas a adoração, independentemente da situação de nossas vidas, deve ser verdadeira.

Para encerrar, o cântico 3 comprova os versos 11 e 12: “Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos”. E os poemas 9 e 10 fecham: “Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar, até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá”.

Deus seja louvado!

Deixe o seu comentário

*



Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>